Página Principal Sobre Vitória Pamplona Livro de Visitas Parceiros e Links Contato
 
 
Atendimento no Pós-Parto e na Amamentação
Cursos para Profissionais
Psicodrama
Sexualidade
Artigos
Eventos
 
 
Desenvolvido por FW2 - Agência Digital
 
 

A importância da Doula no parto e no nascimento do bebê

Você sabe o que é uma doula? A palavra doula vem do grego e significa “mulher que serve”.  È uma mulher preparada para dar conforto físico, apoio emocional e informações a uma gestante em trabalho de parto, parto e pós-parto imediato. Pode dar também apoio até alguns dias a mais, na residência da mulher, ajudando-a na amamentação e cuidados ao bebê.

A doula pode ser uma pessoa da comunidade, que presta serviço voluntário em uma maternidade.

A doula pode também ser uma pessoa treinada para exercer este papel. Não precisa ter nenhuma formação na área de saúde, mas precisa compreender as etapas do  parto, pós-parto, amamentação, cuidados ao recén-nascido.

A doula não se confunde com nenhum profissional que esteja atuando no parto. Por exemplo, ela não faz toque para verificar a dilatação, não verifica pressão,  temperatura ou qualquer outro dado da parturiente.

Ela não se confunde também com o acompanhante do parto, familiar ou pessoa amiga da gestante, escolhido pela mulher para estar com ela durante o trabalho de parto. Aliás, o direito ao acompanhante, no Brasil é garantido pela lei nº 11.108 de 7 de abril de 2005 em  todos os hospitais do SUS e rede conveniada.

A doula pode também dar apoio ao acompanhante, se houver tensão, e também  ajudar o acompanhante a prestar auxílio à parturiente.

O ideal é que a doula e a gestante se conheçam antes do parto e façam um contrato de trabalho. A doula deve explicar bem qual sua função, verificar o que a gestante deseja, explicar à gestante as etapas do parto e o tipo de postura, massagem, movimentos e outros recursos que poderá usar para ajudá-la a ter conforto no trabalho de parto e parto.

Seria bom também que a equipe de saúde conhecesse a doula e apoiasse o seu trabalho.

Mas, em caso de hospitais, em geral, públicos a ajuda da doula é sempre muito bem recebida pela mulher, mesmo se só se conheçam no momento do parto pois a doula é aquela que faz um carinho na gestante, a tranqüiliza e incentiva-a, faz uma massagem.

São comprovados cientificamente os benefícios das doulas*. Segundo os estudos, somente quando o suporte contínuo é prestado por uma doula, há um aumento de partos vaginais espontâneos, ou seja, sem intervenções. As cesarianas podem ser reduzidas em 28% e o soro com ocitocina sintética reduzido em 31%. Além disso, há uma redução significante de sentimentos negativos no parto (34%).*

Existem outros estudos científicos provando a importância da doula no parto. No  artigo “Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doula no trabalho de parto e parto” de autoria de Raimunda Magalhães da Silva e outros, numa revisão de estudos internacionais, verifica-se que a presença da doula aumenta em 2 vezes a chance de parto vaginal, reduzia o uso de ocitocina e fórceps. 

Onde encontrar uma doula ou formação para tornar-se uma doula?

No Brasil existe uma Associação Nacional de Doulas (ANDO) cujo site é www.doulas.org.br

 

* Fonte: Hodnett ED, Gates S, Hofmeyr GJ, Sakala C, Weston J. Continuous  support for women during childbirth. Cochrane Database of Systematic  Reviews 2011, Issue 2.